Ajude a manter esse site!!!

sábado, 31 de março de 2012

Música para 1º e 2º anos: 6 Avaliação.

Atenção: Leia as postagens na ordem do roteiro didático no menu Música para 1º e 2º anos: Revista Nova Escola a direita da tela.

6 Avaliação.

Até o final do 2º ano os alunos adquirem competências para desenvolver a percepção e a expressão por meio da música.

Bater palmas no ritmo da música enquanto cantamos "Parabéns a você" é uma atividade que as crianças aprendem desde muito cedo. A grande questão do trabalho de formação musical nas séries iniciais é fazer com que as crianças percebam esse "bater palmas" como parte da estrutura de uma linguagem dotada de sentido - a linguagem musical. Para os educadores musicais Ricardo Breim e Hermelino Neder, da Escola Vera Cruz, em São Paulo, a aprendizagem da música como linguagem "é a única alternativa capaz de justificar a sua presença como inquestionável e insubstituível em uma formação integral do ser humano".

Com base no diagnóstico inicial de cada aluno - o que eles já sabiam a respeito da música no início do ano, as canções que sabiam cantar, o repertório que tinham, os instrumentos que conheciam etc. - observe se os alunos compreenderam os elementos básicos da estrutura sonora (o ritmo, o pulso, as notas musicais) e se eles são capazes de reconhecer os quatro parâmetros do som (altura, intensidade, timbre e duração). Esses são os primeiros passos para que consigam desenvolver uma audição cada vez mais ativa e para que possam expressar-se por meio da música.

Analise o desenvolvimento dos alunos ao longo das vivências musicais propostas nas aulas, de acordo com a forma como passam a julgar as obras que escutam; pela participação nos jogos musicais e nas apresentações da turma; e pela forma como organizam e produzem sequências sonoras (improvisadas ou combinadas com o grupo). Tenha em mente que o principal conteúdo da linguagem musical é o próprio sentimento, são as impressões e as emoções das crianças.

Para uma observação mais detalhada dos avanços da turma, você pode gravar algumas aulas em áudio ou vídeo, ou ainda, construir um portfólio com as atividades desenvolvidas pelos alunos ao longo do ano (as escritas combinadas, as composições, as fotografias das atividades que envolvem a execução de instrumentos e o canto etc.).

Leve em conta, também, o planejamento das suas aulas. Elas têm uma estrutura bem definida, com objetivos claros e apresentados para os alunos? Há momentos para que as crianças tenham a oportunidade de cantar, dançar, tocar instrumentos e ouvir obras que contribuam para a formação do gosto musical e a ampliação do repertório? Você trabalha com diferentes agrupamentos da turma ao longo das atividades - atividades individuais, em pequenos grupos ou em uma roda com a turma toda? É imprescindível que as aulas agreguem experiências e aprendizagens aos alunos e é a sua experiência em sala que vai determinar o momento certo de passar de uma atividade à outra.

Sempre que necessário, retome as expectativas de aprendizagem explicitadas nesse roteiro no item 3 (o que ensinar). Os conhecimentos adquiridos pelas crianças até o 2º ano são fundamentais para que, nas séries seguintes, elas consigam se expressar pela música de formas cada vez mais criativas, tenham uma percepção aguçada dos elementos musicais e, assim, estejam preparadas para aprender a notação musical formal, que está ligada à possibilidade de execução de instrumentos cada vez mais complexos.

Link original: http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-1/musica-1o-2o-anos-640283.shtml?page=6


Nenhum comentário:

Postar um comentário